O PARQUE EÓLICO DE VILA NOVA

A utilização do vento para a produção de energia para consumo próprio, ainda não está muito difundida no nosso país, embora já existam muitas casas particulares equipadas com pequenos aparelhos para esse fim e também com painéis solares fotovoltaicos. É evidente que para este tipo de produção de electricidade é necessária tecnologia bastante complexa, sendo por isso muito difícil consegui-lo apenas com conhecimentos muito básicos do assunto, como é o meu caso, o que justifica de algum modo o insucesso do meu aerogerador de construção caseira, devido principalmente à minha ignorância sobre a parte eléctrica, pois no que diz respeito à mecânica, as coisas não correram muito mal, achando até que foi bem conseguida.
Ainda no campo das energias renováveis, construí também um sistema solar térmico, para aquecimento de água, utilizando também materiais que recuperei de sucatas, este sim com bastante sucesso, de que irei também falar neste blogue. Mas hoje vou continuar na energia eólica e falar deste assunto numa perspectiva mais industrial. Vou falar de um grande parque eólico, que visito amiúde, pois situa-se no concelho onde vivo, num local de rara beleza, onde se respira o ar puro das montanhas e onde o único ruído é agora o das enormes pás dos aerogeradores rasgando o vento.


Situado em plena Serra da Lousã, a uma altitude média de 900 metros, o Parque Eólico de Vila Nova tem 13 aerogeradores em funcionamento, que ocupam um hectare de terreno e produzem anualmente energia equivalente ao consumo de um aglomerado populacional de 40.00 habitantes.
Quem sobe até ao ponto mais alto deste parque, no sitio denominado Relva de Tábuas, pode deliciar-se com a maravilhosa paisagem que daqui se avista e aperceber-se dos enormes investimentos e na aposta que se tem feito na energia eólica, pois até onde a vista alcança, podem ver-se inúmeros aerogeradores que parecem ter surgido como cogumelos por toda esta imensa zona serrana e que não vão ficar por aqui, pois encontram-se ainda parques em construção, sendo exemplo disso o Parque Eólico de Vila Nova II onde estão a ser montados 12 aerogeradores com a potência unitária de 12 MW.
O impacto visual dos aerogeradores não é consensual, pois existe muita gente que o considera agradável. Pela minha parte também não desgosto do efeito que provocam. Acho que é uma visão espectacular; no entanto a paisagem acaba por ser muito prejudicada devido às redes eléctricas e aos edifícios de comando/subestação. É também muito provável que a fauna e a flora, mas sobretudo a fauna se venham a ressentir desta proliferação de parques eólicos, se não se ressentiram já, pois nas minhas actividades de ciclismo de montanha, viajo muitas vezes até estes locais tendo constatado a ausência na zona, de alguns tempos a esta parte, de alguns animais, sobretudo veados, que por aqui abundavam. Mas a energia eólica é uma energia renovável e limpa e também tem os seus impactos positivos, pois contribui indirectamente para a diminuição da emissão de poluentes responsáveis por situações como o efeito de estufa, alterações climáticas e chuvas ácidas. Este parque eólico também trouxe outros benefícios para o concelho com o arrendamento dos terrenos pela Enernova, empresa responsável pela exploração do parque e a construção de um observatório astronómico e da natureza, junto ao marco geodésico de Relva de Tábuas a 940 metros de altitude.


Características do Parque


Os aerogeradores

A parte mais "feia", mas necessária, da questão

Observatório astronómico e da natureza

Leia também: "Energia Eólica na Serra da Lousã"


Comentários

  1. Talvez vc nao saiba, mas um alternador so gera energia em um carro se estiver ligado a bateria, pois a bateria magnetiza o interior do alternador para q com a rotaçao do motor ele possa produzir energia. Esse eh o funcionamento de qualquer alternador. No seu caso vc precisa de um alternador mais antigo como o do CORCEL I ou II, brasilia,etc, pois eles geram na alta e na baixa rotaçao. Agora vc precisa MAGNETIZAR o seu alternador. Vc pode fazer isso com imas de alto falantes mesmo. Pela velocidade dos ventos por ai vc vai conseguir carregar um banco de duas boas baterias de 50A. Se quizer mando uma serie de 5 videos q tenho passo a passo. gleystonvenancio@hotmail.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário