A ALDEIA DE CASAS NOVAS

Durante as minhas deambulações pelas zonas de Penela e Ansião tenho encontrado muitas coisas interessantes: aldeias históricas, monumentos, paisagens maravilhosas, etc. Já aqui falei muito sobre esta região e muito há ainda para dizer. Hoje vou falar de um facto curioso que tem a ver com a divisão administrativa da freguesia de Pombalinho, uma das doze freguesias que compõem o concelho de Soure, sendo uma das maiores, mas com apenas cerca de 1000 habitantes.


A aldeia de Casas Novas. Ao fundo, à esquerda, lá está o inconfundivel
 Monte Jerumelo a marcar presença.

A aldeia de Casas Novas, situada no sopé do Monte Jerumelo a escassos quilómetros de Penela, junto à aldeia de S. Sebastião, da qual dista menos de dois quilómetros, faz parte do concelho de Soure, apesar da grande distância que a separa da sede do concelho (mais de 20 km.), uma enorme distância quando comparada com Penela, ali tão perto, ou mesmo Ansião, um pouco mais longe.

Olhando para o mapa da freguesia de Pombalinho esta aldeia é como que uma ilha rodeada por todos os lados por “terreno estrangeiro”. Casos como este são pouco comuns em Portugal e a Wikipédia faz referência a ele considerando Casas Novas como um exclave subnacional, uma vez que o lugar de Casas Novas está separado do resto do território da freguesia e concelho. Os outros concelhos que têm situações idênticas são: Montijo, Oliveira de Frades e Vila Real de Santo António.

Neste mapa da freguesia de Pombalinho vê-se a aldeia de Casas Novas isolada do resto do território.

Quando da minha primeira visita ao Monte Jerumelo já tinha achado estranho o facto de a um ou dois quilómetros de S. Sebastião, para sul, ter encontrado uma placa indicando Casas Novas como uma aldeia da freguesia de Pombalinho. Mais tarde encontrei uma referência a este caso no livro “Penela – História e Arte” de Salvador Dias Arnaut e Pedro Dias, onde os autores escreveram a este respeito o seguinte:

…Metidos neste enfadonho tema de estremas, vem-nos à memória um facto muito curioso.
A povoação de Casas Novas fica no sopé do Monte Gerumelo, a sul, numa área compreendida (tal como a vizinha Ateanha) em 1137 no termo de Penela, em 1142-1144 no de Germanelo. Agora a povoação pertence ao concelho de Soure e está rodeada por todos os lados pelo termo de Ansião! É como uma ilha sourense nesse termo. Soure fica a uma grande distância, que os moradores de Casas Novas têm frequentemente (e penosamente) de percorrer. Ansião fica mais perto e Penela ainda mais. Desconhecemos os motivos de tão bizarra divisão administrativa, que não deve ter muitas análogas no país.

Outro dado curioso dizendo também respeito à freguesia de Pombalinho, tem a ver com os Parques Eólicos de Degracias e Rabaçal, situados na Serra do Rabaçal, de que irei falar num próximo artigo.


Comentários