LANÇAMENTO À ÁGUA DO "JOÃO PERSIANA"


O barco “João Persiana”, assim chamado porque na sua construção foram utilizadas, entre outros materiais reaproveitados, peças de persianas de plástico entrou, no passado domingo, pela primeira vez na água. Era para ter sido no dia 25 de Abril e assim festejar esse data histórica com o lançamento à água do barco, mas a chuva que caiu nesse dia impossibilitou que isso acontecesse. As águas do rio Dueça estavam bastante sujas devido às últimas chuvas e a corrente era um pouco forte, mas estava bastante ansioso para navegar no rio Dueça pela primeira vez e ver como é que o barco se comportaria.

Devo dizer que fiquei muito satisfeito com o resultado do trabalho que levei a cabo. Apesar de ter estado apenas cerca de uma hora na água e a corrente do rio, ainda sem as comportas colocadas, não ser muito apropriada para fazer as primeiras experiências, deu para ver que está ali um ótimo meio para desfrutar de uns belos momentos de lazer no verão e também para praticar desporto (remo). Por causa da corrente foi necessário apoio da margem para acostar e retirar o barco o que será dispensável quando as comportas estiverem colocadas, mas isso não impede que sinta alguma pena por não poder levar o barco para outro local, talvez para o rio Mondego…

O “fotógrafo contratado” para fazer a reportagem do evento não se entendeu com a câmara e assim não é possível assistir em vídeo à “navegação”, mas mesmo assim montei um pequeno filme com algumas imagens do acontecimento.


Artigos relacionados:

     

Comentários

  1. Parabéns Amigo José Alexandre
    O João Persiana saiu do estaleiro, flutua e navega. É um barco bonito. Boas navegações em águas safas como dizíamos na briosa.
    Ventos de feição no Dueça e Mondego
    Um abraço
    Camilo

    ResponderExcluir
  2. Ah que coisa boa isso, adorei ver seu trabalho terminado e funcionando!!
    Prazer seu João Persiana , que seja companheiro desse meu amigo em suas horas de lazer e que fiquem seguros enquanto navegam!
    Beijinho para voce amigo Jose Alexandre.

    :)
    tin

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela obra.
    É bom festejar quando um trabalho termina.

    Com um abraço,
    --
    R. Saraiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ricardo...
      Se alguma vez vier à Quinta da Paiva terei todo o gosto em tê-lo como passageiro ou até como tripulante do barco.
      Claro que o convite é extensivo a todos os amigos do blog!
      Um abraço.

      Excluir
  4. Caro José Henriques, quanto mais revejo o seu blogue, agora lendo tudo com mais atenção, fico impressionado com as suas capacidades multi facetadas. Quero um dia destes ter o prazer de ver de perto o João Persiana, a navegar no Rio Dueça, para fazermos um filme bem interessante a seu gosto. Parabéns. Jorge Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Jorge Santos,
      Infelizmente o "João Persiana", apenas pode navegar no verão, porque é só nessa altura que colocam as comportas no rio. Gostava era de o levar para o Mondego, mas não tenho meio de transporte para isso. De qualquer maneira o amigo Jorge pode ver o barco quando quiser em "doca seca".
      A propósito... nos "Escritos Dispersos" Belisário fala no rio Dueça e é curioso que parece que em tempos muito recuados falava-se muito da possível navegação no rio Dueça entre Miranda e Ceira e do que Miranda beneficiaria com isso. Ora aqui está um belo mote para um próximo post...

      Excluir
  5. Muito bem João...quando se tem uma idéia, tudo é possível,visite a minha pagina no facebook, tem algumas fotos das minhas naus...luiz oliveira... lucaoli.1952@yahoo.com.br.

    ResponderExcluir

Postar um comentário