PORTEFÓLIO REFLEXIVO DE APRENDIZAGEM EM LIVRO



Sempre considerei o meu Portefólio Reflexivo de Aprendizagem como um livro. Por causa dessa ideia tive, no início da sua elaboração, um pequeno problema que quase me fez desistir do processo de reconhecimento de competências, porque entendia que essas competências deveriam ser demonstradas, maioritariamente, através dos conhecimentos adquiridos ao longo da vida e não tanto através de pesquisas na Internet sobre assuntos que, por vezes, pouco tinham a ver com o percurso profissional e pessoal de cada um, embora reconheça que a pesquisa sobre muitos dos assuntos que faziam parte do Referencial de Competências-Chave foi uma experiência muito enriquecedora.

Mas, a verdade é que nunca desisti totalmente da ideia de escrever o PRA como um livro, tentando sempre colocar as experiências efectivamente vividas em primeiro plano e tentar usar sempre, na medida do possível, palavras minhas. Certamente por isso o Capítulo “A Evolução Profissional, onde falo do meu percurso de trabalho é, de todos, o mais longo e nele tentei atingir várias áreas de competências e também níveis de complexidade mais elevados. A forma como organizei a obra, dividindo-a em Capítulos e dando-lhes títulos originais, foi sempre a pensar no Portefólio como um livro.



Comentários

  1. António Moleiro18 de maio de 2012 08:23

    Amigo José Alexandre
    Com apenas algumas páginas ainda lidas,o comentário que por mim será o mais adequado.
    "Excelente"
    Abraço
    A.Moleiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo António Moleiro
      Muito obrigado pela classificação que dás ao meu modesto trabalho; creio que não mereço tanto, mas fico contente e mais motivado para continuar a escrever.
      Um abraço.

      Excluir
  2. Boa noite Amigo José Alexandre
    Dou-lhe os meus parabéns por tão ilustrativo e completo portfólio sobre a sua não menos atribulada História de vida.
    Creio que todos nós temos a nossa história, agora o que poucos terão é esta capacidade que o Amigo revela de a expor de uma forma tão colorida e tão explícita que ao invés de se julgar ad initio que vai ser "uma seca"...longe disso, acaba por nos envolver.
    Quando dei por mim estava embrenhado na sua leitura como se de uma autentica biografia de algum ilustre escritor se tratasse.
    E não estou a exagerar, estou a ser sincero. Comecei a ler e só parei quando cheguei ao fim.
    Gostei imenso, sobretudo pela facilidade que tem na narrativa exposta. Adorei sobretudo a descrição da sua vivencia militar, aí também eu me revi nalgumas cenas.
    O principal objetivo de qualquer texto narrativo é contar algum fato. E o segundo principal objetivo é que isso sirva como informação, aprendizado ou entretenimento. Se o texto narrativo não conseguir atingir o seu objetivo perde todo o seu valor.
    Não é este o caso, nem este nem todos os textos que o Amigo Alexandre escreve.
    Felicito-o pela sua veia literária. Creio que deverá apostar nesta nobre arte,… a escrita. O Amigo Alexandre tem facilidade em o fazer, e quando sabemos transmitir ao papel aquilo que nos vai na alma, o objectivo foi atingido.
    Muitos parabéns
    Um abraço
    Camilo

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo Camilo
    Tal como já disse ao nosso amigo António Moleiro, as vossas excelentes apreciações deixam-me muito feliz, ainda para mais vindas de dois amigos com os quais existe esse facto comum que foi, durante um período das nossas vidas que considero épico, termos envergado e honrado o glorioso uniforme da Marinha.
    Os meus amigos têm grandes conhecimentos e, certamente uma história de vida muito mais interessante do que a minha. De resto, tal como o amigo Camilo diz e muito bem, todos nós temos a nossa história e eu, se consegui escrever a minha de forma explícita e susceptível de despertar algum interesse servindo como fonte de informação ou aprendizagens, considero que o objectivo foi atingido.
    Resolvi publicar o “Portefólio” porque, depois de todo o trabalho que tive para o elaborar e, cansado de o ver numa estante onde ninguém o lia, apenas eu, uma vez por outra o folheava, entendi que, assim, para nada servia.
    Muito obrigado pela sua participação no blogue, essa sim, excelente!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Sr. Alexandre.

    Estava procurando artigos sobre portfólios e tive a grata surpresa de conhecer o seu Portfólio reflexivo. Interessantíssimo e uma leitura agradável. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dª. Glória
      Muito obrigado pela visita e pelas palavras amáveis. Fico muito contente por ter gostado do meu Portefólio.
      As minhas saudações e os votos de boa semana.

      Excluir
  5. Boa noite, gostava de saber se possível qual o site que utilizou para elaborar o portefólio?!
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite,
      A elaboração do portefólio em forma de livro digital foi feita no site Youblisher. Entretanto, a publicação já foi eliminada.

      Excluir
    2. Muito obrigada. Também andava a pensar em fazer o meu portefólio em livro digital, e decidi pesquisar e entretanto encontrei o seu blogue :) faze-lo desta forma depois permite-me guardar o portefolio em uma pen ve-lo sem net?

      Excluir
    3. O meu Portefólio em forma de livro digital tinha um efeito visual óptimo, mas, no meu caso, não tinha qualquer vantagem, antes pelo contrário, pois acabava por ser uma porta de saída dos visitantes blog. Decidi, por isso, eliminá-lo, mantendo nesta página alguns artigos baseados no conteúdo mais relevante do portefólio.

      Quanto a guardar o portefólio numa pen e depois visualizá-lo, sem que a publicação esteja no ar, penso que não dá. Talvez o site permita exibições em privado, ou para um público restrito, é uma questão de pesquisar no site, mas acho que não.

      Excluir

Postar um comentário