Fotos de Miranda dos anos 70



Nesta foto vê-se claramente a igreja, a antiga fábrica de rolhas e uma automotora que passava na  linha de caminho de ferro. Naquela altura ainda não havia prédios de apartamentos construídos e a zona parece bastante desértica. Em contrapartida existiam muitas indústrias e, para além da fábrica de rolhas ainda se consegue avistar a chaminé da Cerâmica Mirandense de António Simões & Filhos, na Ribeira, e também os terrenos onde estava instalada a serração de José Costa dos Santos, que ficava junto à linha.




Quinta da Paiva. Na altura em que esta imagem foi captada  (meados da década de 70)  estes terrenos estavam bem cultivados. Ao centro está o rio Dueça. Para a esquerda são os terrenos onde hoje está instalado o parque de estacionamento e para a direita o campo de areia, a levada e o terreno na parte superior onde ficam as piscinas. Ao fundo está o Centro Hípico e o pinhal onde funciona o Parque Biológico.




Esta foto abrange mais ou menos a mesma área, mas como foi tirada no outono ou no inverno, o arvoredo deixa ver as pontes de madeira e a água do rio.




As antigas pontes de madeira da Quinta da Paiva. A ponte maior (à esquerda) pertencia à Quinta e a outra, mais estreita , foi construída pelo povo do Montoiro e Paiviegas, pois os donos da Quinta não permitiam que os habitantes destes lugares utilizassem a sua ponte, apesar destes terem direito de passagem pelo interior dos terrenos para se dirigirem às suas propriedades.

Comentários