SISTEMA DE REGA TOTALMENTE ECOLÓGICO


Sistema de bombas de corda.

Já falei no blog da minha pequena chácara, mas vou voltar ao assunto porque esse pequeno terreno onde, entre outras coisas, cuido de várias árvores de fruto, está cada vez mais ecológica. Ali todo o trabalho se processa sem qualquer utilização de eletricidade ou combustíveis, a pouca energia eletrica (atualmente apenas para fazer funcionar um rádio) é obtida através de um carregador de baterias a pedal, os cereais são triturados com um moinho também a pedal, as regas são feitas com recurso a uma bomba de corda movida de forma eólica, ou através de pedais e a água é proveniente de reservatórios que, durante o inverno, armazenaram a água das chuvas.

Como se vê, é possível, com os recursos fornecidos pela natureza e com alguma imaginação e trabalho transformar um terreno inóspito, em algo aprazível, um local onde dá gosto estar, sobretudo porque ali nos sentimos em paz e em completa harmonia com a mãe natureza.


As águas seguem em caleiras até aos reservatórios.

Falando agora do sistema de rega que implantei, na verdade esse sistema não é mais do que dois reservatórios que recebem, através de caleiras, as águas provenientes dos telhados dos barracões, telheiros e capoeiras e também da minha cabana de troncos. As águas desses dois reservatórios convergem para um terceiro depósito que está situado a um nível um pouco mais profundo e que quando está cheio significa que a capacidade total de armazenamento foi atingida, indo o excesso de água abastecer um lago para patos, antes de se perder no terreno. A área de aproveitamento da água é de cerca de 80 m2 e a capacidade de armazenamento de 20.000 litros, mas poderia ser muito mais porque os reservatórios, normalmente, ficam cheios logo no início do inverno.

Foi no terceiro reservatório, aquele para onde convergem todas as águas, que instalei duas bombas de corda, uma a pedal e outra eólica, para fazer elevar a água para um depósito de 1000 litros, água que depois é, com a força da gravidade e usando uma mangueira, utilizada na rega de árvores ou outras plantas, não existindo necessidade de consumir qualquer tipo de energia, a não ser, claro, energia muscular.

Claro que 20.000 litros de água é muito pouco e por isso não se trata de grandes regas. A água é sobretudo para regar as árvores e algumas plantas que necessitem de pouca água e tem de ser utilizada com parcimónia, caso contrário depressa se esgotaria, mas de qualquer modo é o suficiente para manter a chácara minimamente verde durante o verão.





Comentários