CRIAÇÃO DE PATOS EM REGIÕES TROPICAIS

A página deste blogue "Criação de patos", trata de um tema que tem merecido a atenção de muitos visitantes deste espaço. Aquela página já foi visitada por várias dezenas de leitores que ali procuram informações, seja lendo o artigo ou fazendo perguntas na área de comentários. Tenho procurado sempre responder às dúvidas dos leitores o melhor que posso e sempre que não estou apto a esclarecer sobre as dúvidas suscitadas, recorro a pesquisas para tentar dar uma resposta assertiva a essas questões.

Encontrei um livro sobre criação de patos no Scribd, que acho muito interessante e que poderá ajudar muitos dos que querem iniciar a sua própria criação de patos ou, caso já sejam criadores, esclarecer alguns aspetos sobre os quais ainda tenham algumas dúvidas.

O livro tem vários capítulos, que tratam nomeadamente das raças e reprodução, do choco dos ovos e criação dos patinhos, da habitação das aves, dos comedouros e da água, etc. É uma obra direcionada para a criação de patos em regiões tropicais, mas, na minha opinião, é um trabalho que tem interesse para a criação de patos em geral e não só para determinadas zonas.

Comentários

  1. Já tive uns patos na minha quinta e acabei por oferece-los a alguém para me ver livres deles porque eram tão vorazes que comiam tudo e mais alguma coisa (as plantas do jardim, da horta, etc.) e como se não bastasse cagavam em todo o lado e o cocó deixava manchas na calçada de pedra que não saiam de jeito nenhum! Nunca mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os patos devem estar confinados a uma determinada área, caso contrário acontece como diz, São aves vorazes e pouco limpas, por isso não devem ter acesso direto à horta nem ao jardim. Os patos podem até destruir árvores jovens porque depenicam os troncos ainda tenros.

      Excluir
  2. Oi Boa noite gostaria de saber quando que um Pato fica adulto, o meu tem 6 meses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite.
      Se o pato tem 6 meses, então já é adulto há cerca de 2 meses.

      Excluir

Postar um comentário