ESCREVER UM LIVRO



Há um ditado popular que diz que o homem para ter uma vida completa deve ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro. Destas três tarefas a terceira é, talvez, a que é mais esquecida, o que não quer dizer que quem o não faz seja menos homem por isso.

Eu, pessoalmente, sempre desejei escrever um livro. Esse desejo já vem dos meus tempos de infância, quando frequentava a Biblioteca Itinerante da Gulbenkian e eu e os meus companheiros de infância, por vezes, brincávamos aos escritores, influenciados pela leitura e porque achávamos que escrever um livro era como que um acto heróico.

Lembro-me de uma vez em que eu e um dos meus amigos de muitas brincadeiras e aventuras, organizámos uma biblioteca ao fundo de uma escada com “livros” que nós próprios escrevíamos. Esses “livros” eram feitos com aquelas embalagens de cartão que antigamente serviam para embalar cigarros de algumas marcas. Nós ajeitávamos aquilo de forma a parecer um livro, mas no fundo era apenas a capa e nós escrevíamos algumas palavras no seu interior e depois convidávamos os amigos e até pessoas adultas a irem lá “requisitar” essas “obras”. Claro que esses “livros” nunca mais eram devolvidos e aquilo não durou muito tempo, mas de qualquer modo foi uma das nossas brincadeiras de rua saudáveis, que ficou na memória.

Eu não sou escritor, nem nunca serei, porque não possuo as capacidades nem o talento necessário para isso, mas mesmo assim já escrevi alguns livros. Não são livros de ficção, são livros que relatam as minhas experiêncioas e conhecimentos adquiridos no dia a dia ou, como também se diz, na Escola da Vida.

O livro de que vou falar neste post, apesar de já ser o terceiro que escrevo é o segundo que decidi publicar numa editora e o primeiro a que irei fazer alguma publicidade, não que queira ganhar dinheiro com isso, até porque o livro é vendido praticamente ao preço de custo, mas para dar a conhecer alguns dos projetos que realizei e, eventualmente, ajudar alguém que pretenda levar a cabo projetos semelhantes.

Este livro "Como construir uma cabana de troncos", relata a forma como eu próprio construí uma pequena cabana com troncos de árvores, idêntica às cabanas que eram outrora construídas pelos colonos no velho oeste americano. Muito do conteúdo do livro está também neste blog, mas o livro contém uma descrição mais pormenorizada e em quase todas as suas oitenta páginas estão imagens dos trabalhos realizados, devidamente legendadas com a explicação detalhada do trabalho que representam.


O livro é totalmente colorido e está dividido em quinze capítulos onde estão descritas as diversas fases do trabalho. Tem cinquenta e quatro imagens que mostram a execução das diferentes tarefas, desde o corte das árvores na floresta até aos trabalhos finais, como a colocação da porta ou os arranjos exteriores. Estas imagens foram obtidas em modo de "selfie" com a câmara instalada num tripé improvisado, porque todo o trabalho foi feito apenas por mim.

Este livro pode ser adquirido em qualquer loja da Amazon, na Europa, por cerca de 10 euros. Se for adquirido na Amazon de Espanha, existe a possibilidade de fretes grátis para Portugal, dependendo de algumas condições, mas mesmo que seja a pagar o custo do envio não é muito dispendioso. Para o Brasil o livro é enviado através da Amazon.com e custa 12 dólares.

"Como construir uma cabana de troncos", está também publicado no formato electrónico e, neste caso, o seu custo é de 2,41 euros, o preço mínimo exigido pela Amazon para a sua venda. No entanto, para quem adquirir o livro em papel, o livro electrónico pode ser baixado gratuitamente e, independentemente disso, a Amazon tem várias formas de leitura gratuita para o livro. Eu próprio como autor do livro tenho a possibilidade de o oferecer gratuitamente durante cinco dias em cada trimestre, sendo que já utilizei dois desses cinco dias, mas brevemente irei fazer uma nova promoção de livro gratuito, a qual divulgarei aqui no blog.

Um livro é sempre um livro e para mim foi um gosto escrever este. Não o faço por dinheiro, até porque seria muito difícil conseguir isso dado que, em relação ao seu número de páginas o seu preço poderá ser considerado um pouco alto, mas é preciso ter em conta o elevado número de imagens coloridas que contém. Escrever um livro dá imenso trabalho e este, devido às muitas imagens, a sua formatação foi complicada, mas mesmo assim é minha intenção escrever mais. Aliás, este livro é o primeiro de uma série dedicada aos meus projectos caseiros, sendo minha intenção publicar sobre este tema pelo menos mais um ou dois livros, ou talvez mais, quem sabe...  



Actualização do artigo em 19/03/2018



Entretanto já publiquei mais dois livros que se encontram à venda também nos sites da Amazon. Um desses livros com o título "Ideias para construir uma chácara verde" é o segundo da série Projetos Caseiros e conta a forma como construí a minha pequena chácara agrícola, recorrendo ao reaproveitamento de materiais e a transformei num espaço aprazível e completamente ecológico, pois ali todo o trabalho é feito recorrendo a energias naturais, sem custos e sem poluição. O livro relata a forma como construí um sistema de aproveitamento de águas da chuva e alguns engenhos para elevação de água, trituração de cereais, produção de energia, entre outros. Tem 105 páginas de texto e 54 imagens coloridas.

O outro livro "Memórias de um filho da escola" conta a história da minha passagem pela Marinha, onde entrei com apenas 16 anos, nos anos 70, numa altura de grandes transformações políticas no país.

Para saber mais sobre estes livros pode assistir aos trailers, (vídeos de curta duração.)

Visite também a minha Página de Autor na Amazon.






TALVEZ GOSTE TAMBÉM DE...

Comentários