Como cortar as batatas para semear

Na minha página do Google +, no vídeo “Semear batatas cavando a terra em manta”, alguém publicou o seguinte comentário: As batatas não se semeiam inteiras...cada batata é cortada em 4, 5, 6 ou mais bocados...tantos quantos olhos tenha a batata...

Trata-se de um comentário que não agrega qualquer valor ao vídeo ou ao artigo que escrevi neste blog e, perante a sua frieza, estive tentado a responder de forma irónica a esse pretenso conhecedor da "arte" de cortar batatas para semear. No entanto, ponderei essa decisão e achei que o melhor era não responder e, afinal, essa opinião acabou por ter algum préstimo, pois teve o condão de me alertar para o facto do artigo em questão não abordar algumas questões importantes como o corte das batatas, mesmo que o seu tema principal não fosse esse, mas sim falar da forma como se semeiam as batatas, cavando a terra em simultâneo. O comentário não foi postado no artigo, mas sim no vídeo, o que me faz supor que o comentador não leu o que escrevi e nem sequer terá visto que as batatas não foram semeadas inteiras…


Não pretendo ensinar ninguém a semear ou a cortar batatas, mas sim partilhar apenas as minhas experiências nesse campo e com toda a certeza que existem opiniões sobre o assunto melhores do que as minhas e até, talvez, muitas delas apoiadas em bases científicas, ao contrário das minhas que são apenas baseadas nos conhecimentos adquiridos com o trabalho e experiência prática ao longo dos anos.

De qualquer modo já semeio batatas há quase cinquenta anos e por isso tenho obrigação de ter aprendido alguma coisa sobre esse trabalho ou então teria de me considerar de inteligência muito limitada e isso, apesar de toda a minha modéstia, acho que não o posso nem o devo fazer…
                                
Este ano adquiri 50 kg de batata de semente da variedade “Picasso” que se encontram estendidas no sótão, para grelarem. Sei que esta variedade é propensa a produzir batatas com muitos olhos, mas onde se possa obter seis ou mais pedaços devem ser poucas e confesso que acho um exagero cortar uma batata em seis bocados, a menos que seja uma peça muito grande e com os olhos bem repartidos. Assim fui ver se entre as minhas batatas havia algumas nessas condições…


Em cima: a batata tinha seis rebentos (grelos) distribuídos regularmente, o que permitiu a obtenção de seis pedaços.
Em baixo: a batata, apesar de ter seis grelos e um olho que ainda não tinha rebentado, três estavam muito juntos, pelo que optei por cortar apenas quatro pedaços, para não ficarem muito expostos, sem pele.  

De facto, encontrei duas ou três com seis olhos ou mais e, numa delas, consegui obter outros tantos pedaços cortados de modo a poderem ser semeados. No entanto, nem todas as batatas com esse número de olhos poderão ser cortadas em seis bocados, pois também depende da posição em que eles estão, acontecendo estarem às vezes muito juntos ou mesmo encostados e, nesse caso, eu opto por deixar mais de um olho na semente.

Nas sementeiras mais temporãs, como foi o caso da que relatei em “Semear batatas cavando a terra em manta”, é mais usual colocar na terra batatas do ano anterior, ou seja aquelas batatas que aquando do arranque da terra foram escolhidas e armazenadas propositadamente para esse efeito. Normalmente são batatas pequenas ou de tamanho médio e muitas delas têm apenas um ou dois olhos e por isso são semeadas inteiras, o que tem a sua vantagem dado que em caso de chuvas persistentes o risco de apodrecerem e não produzirem nada é menor. Naquela sementeira, como não tinha batatas do ano passado, coloquei na terra batatas de primeiro ano e não me lembro do nome da variedade, sei apenas que eram vermelhas, das quais tinha adquirido um saco de apenas 10 kg que não deram para grandes partilhas dada a ausência de olhos, apesar de serem batatas grandes, até em demasia, atendendo a que eram batatas selecionadas para semente. Só espero que produzam bem para não me considerar arrependido pela escolha que foi feita apenas por serem indicadas para semear mais cedo.


As batatas de semente são muito caras, por isso é preciso fazer uma boa opção da variedade que se vai adquirir. Já semeio a “Picasso” há vários anos e estou bastante satisfeito com essa variedade, pois produzem bem, são boas para cozer ou fritar, grelam tardiamente, o que é uma vantagem para o consumo e são saborosas, acho eu. Acresce ainda que nos dois ou três anos seguintes também produzem satisfatoriamente e por isso não há necessidade de adquirir semente nova sendo aconselhável escolher e separar a quantidade suficiente de batatas de tamanho adequado para semear.


Batatas de semente "Picasso"




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários :

  1. Muito boas as informações e melhor ainda a forma como são passadas Tenho uma pequena horta e planto batatas por pura diversão, uma vez que o espaço é exíguo. Este anos plantei exatos 25 pés, todos com sementes cortadas em apenas dois ou três pedaços. Parabéns pelo blog e que tenhas mais 50 anos pela frente ou, como dizem os judeus, que vivas 120 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por achar que o blog é útil.
      Um abraço.

      Excluir