MEMÓRIAS DE UM FILHO DA ESCOLA


Este livro com 350 páginas A4,
veio reavivar o gosto pela escrita.
Este blog começou quando eu, o seu autor, me encontrava a elaborar o Portefólio Reflexivo de Aprendizagens, com a finalidade de obter o 12º. Ano escolar através do reconhecimento de competências. Sei que esse método de obter equivalências escolares era muito criticado por alguns setores da sociedade, mas isso a mim nunca me importou nada. Eu, naquela altura já tinha 50 anos e um percurso profissional de 40 anos, bastante variado, já tinha trabalhado como criado, paquete, empregado de escritório, militar, construtor civil, funcionário público… fui, como se costuma dizer, pau para toda a obra e, já que não tinha podido estudar numa escola normal, o diploma que obtive foi mais do que merecido, não só pelo que já sabia, mas também pelo que aprendi com o processo de reconhecimento de competências.

Foi por isso que dei ao blog o nome de Meio Século de Aprendizagens, sendo que este era um espaço onde me propunha partilhar os meus conhecimentos e experiencias de meio século. Era portanto, e ainda é embora em menor escala agora, um blog direcionado para o relato de histórias de vida. Desde 2009, altura em que o blog foi criado, muita coisa mudou, a Internet já não é o que era nessa época e o blog também mudou um pouco a sua orientação redatorial, passando a dedicar-se ao tema da sustentabilidade, um tema que me é caro, mas sem nunca abandonar a sua matriz de blog pessoal nem a postagem de artigos relacionados com histórias de vida.

A grande maioria dos posts deste blog são originais meus e, nos últimos meses, tenho estado a reunir alguns dos melhores posts e a organizá-los em livro, atualizando e introduzindo novas informações. Já publiquei dois livros de uma série de três, dedicados ao tema Projetos Caseiros, que são nada mais do que pequenos projetos de realização caseira, como máquinas originais ou construções invulgares.

Mas o que quero realçar nest post é um outro livro que também já publiquei e que conta as aventuras e desventuras da minha passagem pela Marinha de Guerra Portuguesa, ramo militar onde me alistei voluntariamente quando tinha apenas 16 anos.

Contracapa e capa do livro.

Na minha juventude a Marinha exercia sobre mim um fascínio imenso e certamente em muitos outros jovens também, bastava para isso ver o elevado número de voluntários que entravam para a Armada, mas o mais interessante é que, hoje, quando todos esses jovens que nos anos 60 e 70 entraram para a Marinha já de lá saíram porque a idade não perdoa, esse fascínio continua, todos sentem respeito pela Instituição, mas também o orgulho por lá terem estado e, sobretudo, saudade…

Esse fascínio, essa saudade, são facilmente visíveis nas muitas páginas e grupos do Facebbok, onde esses antigos marinheiros partilham fotos, organizam convívios, contam histórias…

Quem foi marinheiro uma vez, será marinheiro sempre.

Pequeno vídeo (trailer) sobre o livro
Os meus livros estão à venda nos sites da Amazon em formato físico e digital. Quem estiver interessado em adquirir algum desses livros pode fazê-lo através da minha página de autor na Amazon. Para quem vive em Portugal a melhor opção é através da Amazon de Espanha
TALVEZ GOSTE TAMBÉM DE...

Comentários