COPIAR O TRABALHO DOS OUTROS

A página mais visitada deste blogue é, claramente, “Gerador Eólico Caseiro”, que trata da construção, que eu próprio fiz, de um pequeno aerogerador que se destinava à produção de energia eléctrica, para consumo numa pequena propriedade rural, de que já aqui falei num artigo com o título “A minha chácara”. Conforme deixei bem expresso, essa maquineta não teve o sucesso que esperava devido ao tipo de gerador utilizado: um alternador de automóvel. Aliás um dos motivos desse post foi exactamente alertar para esse facto, uma vez que os alternadores eram apontados como uma boa opção para o fabrico de um pequeno aerogerador caseiro. Mas o facto de se tornarem muito pesados quando entram na fase de produção de energia, tornam praticamente inviável a sua utilização, a não ser que sofram alterações técnicas de funcionamento, de que não quero estar a falar porque não tenho conhecimentos suficientes para isso. Por esse motivo parei com esse projecto, mas tenho intenção de o retomar, quando tiver tempo disponível, talvez com a substituição do alternador por outro tipo de gerador.

Mas o motivo que me leva hoje a falar novamente sobre o meu gerador eólico, foi o facto de, meramente por acaso, ter encontrado um blogue que copiou o meu artigo na íntegra, sem me ter sido dado qualquer conhecimento, sem ter sido mencionado o nome do meu blogue e apresentando apenas um link com a palavra “Fonte” no final do artigo, mas que passa facilmente despercebido, pois não é dado qualquer realça a esse link. Mas o que mais me indignou foi o facto de se tratar de um blogue com fins comerciais, pois tem imensos anúncios na página, tendo até várias palavras do texto linkadas para anúncios publicitários.

Para além disso tem dois comentários de visitantes, com “dicas” para tentar ajudar na modificação do alternador, que presumivelmente são dirigidos ao autor do projecto e que são respondidos pelo administrador do blogue, como se de um projecto seu se tratasse.

É verdade que mantenho o meu blogue apenas pelo prazer da escrita e de me poder relacionar com outros internautas e também com a finalidade de poder ser útil partilhando os poucos conhecimentos de que disponho, mas isso é uma coisa; outra, bem diferente, é o meu trabalho estar a ser aproveitado para outros utilizarem como modo de ganharem dinheiro, seja através de anúncios ou de outra forma. Claro que se fosse contactado para o efeito teria todo o gosto em ceder o meu artigo, mesmo para efeitos comerciais, se me fossem dados, de forma evidente, os respectivos créditos. Assim, acho inaceitável, e vou ser obrigado a fazer uma reflexão séria sobre o assunto para ponderar se vale ou não a pena continuar este tipo de trabalho. Acho que optei pela forma mais difícil de ter um blogue, que é a de, com esforço, procurar postar apenas conteúdo próprio, pois não deixa de ser irónico virem outros, depois, aproveitar-se disso para ganhar dinheiro à custa do meu trabalho.

Artigos relacionados:
Conteúdo original
Considerações sobre direitos autorais

Comentários

  1. É lamentável, mas neste mundo infelizmente é assim, tudo se plagia tudo se copia para em seguida haver aproveitamento próprio á custa do engenho e arte de outros.
    É a maneira mais fácil de atingir objectivos sem esforço e méritos próprios.
    No reino animal só conheço duas espécies que o fazem - o cuco e o homem, só que este último, fá-lo com consciência do acto o que só por si o torna mais condenável.
    É o preço que pagamos quando nos propomos fazer algo que gostamos de partilhar desinteressadamente, sem nos lembrar-mos que os abutres espreitam na sombra a primeira oportunidade de se banquetearem e vangloriarem como tendo sido eles os autores das obras.
    Esta espécie de gente só se extinguirá quando o mundo atingir a perfeição, o que até lá ainda demorará algum tempo.
    Não desanime, apesar de tudo tem algo que aos outros falta ou não sabem o que é...criatividade.
    Um abraço de solidariedade

    Camilo

    ResponderExcluir
  2. oi amigo coloca logotipo daqua nas fotos ajuda

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo lembre-se pois de tudo que-se joga na rede mundial é obio que alguem vai se enteresar e copiar pois se orgulhe você o a desenvolveu, agora a respeito do teu gerador tente por exemplo um dinamo de bicicleta tambem pesa um pouco mas gera energia com pouca velocidade e alem do mais os alternadores de carro para gerar energia precisam ser alimentados por uma beteria

    ResponderExcluir
  4. Amigão é isso ai mesmo se todo mundo tiver um gerador en casa mesmo que precario não dariamos chanse as construções de usinas nucleares.

    ResponderExcluir
  5. motor de passo de impressora são ótimos para gerar energia com pequenos movimentos retifique as saidas com diodos e ligue o mais e menos nos pólos de uma bateria de 12 volts de carro deixe carregar o dia inteiro no teu gerador eólico e para ultilizar essa carga da bateria use por ex uma luminária florescente de 12 v e para a tv portatil use um inversor de 12v p/ 127v a bateria só aceita carga se a tensão for de 13.5 a 14 vlts corrente continua (Benão araçoiaba da serra (sp)

    ResponderExcluir
  6. cara sem duvida teu projeto ficou muito bom nao desista vc vai consegui. cara a pessoas que copia o que fazemos o tempo todo ; tem alguns geradores usam imas de neodimo geram energia com poucas velocidade vale tentar vc compra os imas pela internet e as bobinas vc pode fazer em casa usando fio esmaltado a espessura do fio é de acordo com a potencia dos imas e a corrente que cera capas de fornecer boa sorte ......

    ResponderExcluir

Postar um comentário